Phoenix Roebelenii

132,00 €
Com IVA

Esta palmeira nativa do Sudeste Asiático é conhecida como palmeira anã, devido ao seu tamanho pequeno e por ser uma das palmeiras mais fáceis de cuidar, seria uma boa recomendação para quem está começando. Uma espécie muito característica e bonita que podemos ter tanto no exterior como no interior, requer apenas um local ensolarado e que o vaso ou campo onde se encontra esteja bem drenado.

Tronco de 30 cm, altura total 1 m - 1,2 m

Quantidade

  O custo do transporte depende da província ou país.

O prazo de entrega é de 2 a 3 dias.

PHOENIX ROEBELENII

O Phoenix Roebelenii é uma palmeira endêmica do Sudeste Asiático, mais precisamente é nativa da China, Laos e Vietnã. Embora tenhamos introduzido esta palmeira pelo seu nome científico, também é conhecida pelo nome comum "saw palmetto" ou "palmito pigmeu". Recebe esse nome porque na verdade é uma palmeira-anã, que não atinge mais de 5 metros de altura, mas normalmente seu tronco não costuma passar de 1 metro de altura.

É caracterizada por folhas pinadas (constituídas por folíolos inseridos em cada lado do apêndice da folha de uma planta, com o caule preso e disposto perpendicularmente a um eixo central), com segmentos curtos, flexíveis e brilhantes. verde. Esta palmeira dá flores graças à sua inflorescência, dando algumas flores pequenas e amarelas, tendo esta floração no verão.

A manutenção desta planta é muito simples, requer apenas uma zona ensolarada e se a tivermos em vaso e plantada no jardim, só temos que nos certificar de que a água está a escoar correctamente.

CUIDADO COM AS SUAS PALMEIRAS

Las Palmeras pode ser adquirido tanto no interior como no exterior. Existem variedades mais adequadas para o exterior ou para o jardim, e há outras mais adequadas para viver em interiores e em vasos.

Dentro

- As plantas em geral preferem locais com luz direta ou com boa iluminação, será sempre preferível junto a uma janela, na varanda ou no terraço.

- É fundamental que tenham uma boa drenagem, tanto no solo como no vaso. É aconselhável colocar uma camada de gravura no fundo do pote.

- O substrato ideal para as palmeiras tem que ser rico em matéria orgânica, um bom húmus de minhoca.

- A irrigação deve ser a cada 3 ou 4 dias, antes de se certificar de que o substrato está seco, o excesso de água não é bom.

No exterior

- Existem palmeiras que preferem sol direto e outras preferem áreas sombreadas, também é muito importante levar em consideração o clima do lugar onde você mora, existem palmeiras bem adaptadas a baixas temperaturas e outras palmeiras que preferem climas mais quentes .

- É imprescindível que tenham uma boa drenagem, tanto em solo como em vasos. Poças não são boas para as plantas em geral.

- O substrato ideal para as palmeiras deve ser rico em matéria orgânica, bastaria um bom húmus de minhoca, composto ou esterco.

- Irrigação, com a palmeira no chão e sendo mais intensa que em vaso, pode ser uma irrigação por semana.

- Um tratamento preventivo contra doenças com fumigações repetidas 3 ou 4 vezes por ano protege certas espécies de palmeiras de possíveis pragas.

Phoenix roebelenii
25 Itens

Referências específicas

Também poderá gostar